PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

VÍDEO - QUATRO PESSOAS MORREM CARBONIZADOS EM ACIDENTE NA BR-316: VEÍCULO PEGOU FOGO APÓS COLIDIR EM POSTE.

Compartilhar no WhatsApp

Informações atualizadas; 

Dos quatros corpos, apenas o de Márcio Oliveira Silva “Condutor do veículo, vai ser liberado. O mesmo foi reconhecido pela família por causa do Aparelho ortodôntico. Os corpos das outras três (3) jovens serão identificados através de exames de DNA.

A BR – 316 na altura km 247, entre Bela Vista do Maranhão e Pio XII, ficou interditada por volta da 14h, após um grave acidente que aconteceu na tarde de sábado 10, no município de Pio XII. Um veículo que viajava 5 pessoas pegou fogo, após uma colisão com um poste. Quatro pessoas morreram carbonizadas e outra ficou gravemente ferida com queimaduras nas pernas.


Foto tirada minutos antes de pegarem a estrada para viajar






Segundo informações, Márcio Oliveira Silva, o qual dirigia o veículo teria perdido o controle do mesmo ao tentar desviar de um buraco na pista descendo a ribanceira e batendo um poste da rede de alta tensão, pegando fogo rapidamente.

Populares ainda conseguiram retirar e salvar Carmen Natália Mendes de Sousa, 19 anos, uma das passageiras que teve parte das pernas queimadas. ela se encontra no Hospital Municipal de Santa Inês.

Cinco pessoas viajavam no veículo, um homem e 4 mulheres. Todos com idades na faixa entre 20 e 30 anos. Segundo informações de familiares, eles estavam trabalhando na região e retornavam para Bacabal, onde iria participar de um retiro. 

Márcio Oliveira Silva “Condutor do veículo”; Natália Alves; Francislete Sousa, de 23 anos; Luciene Pereira, de 23 anos, que residia do povoado Bom Princípio. Todos morreram carbonizados. Segundo informações da Policia Rodoviária Federal, todos são de Bacabal.

Equipes do Corpo de Bombeiros estiveram no local, mas os corpos já estavam carbonizados. A Rodovia ficou interditada por quase duas (2) horas, para retirada dos corpos e do veículo que corria perigo de desce ainda mais.

A polícia irá ouvir a sobrevivente assim que ela estiver em condições de falar.


Assista ao vídeo: